domingo, 30 de dezembro de 2012

O barulho da virada



Pensei comigo, não há nenhum fim de ano que não passei com um certo silêncio, sempre tem os fogos de artifício e coisas que artificialmente se parecem com fogos de artifício, começa cedo, de manhã já ouve-se o “pow pow pow”... E mais um “pow”, já virou de prache, um engodo, se eu for levar isso na sinceridade.
Será que não há uma maneira em algum lugar em que façam silêncio no momento da passagem de ano? Será que ao invés de fogos no céu, poderia ter uma música suave embalando os abraços dos parentes e os beijos dos casais, as trocas de carinho que se estabelecem no momento?

Apesar de que não acho feio aqueles todos coloridos, mas também são tão rápidos, difícil fazer o povo parar com isso, com o barulho, o mais do mesmo, a tradição, a bebedeira(eita que começar o ano bêbado é bizarro), a choradeira e os votos de sempre que enjoam até as crianças, sem tanto “pow pow pow”... E “pow”!

E sexo na passagem de ano, é agora, vai, cinco, quatro, ai, três, oh, dois, ui, um...
Haha!!!

Feliz Ano Novo
Em 2013 estamos aí
!!!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O fim do mundo não é de todo mal




Nessa semana, segundo os maias, o mundo acabará. Enfim, alguns riem disso, outros até desconfiam, mas quase ninguém anda levando muito a sério essa história de profecia do fim no dia 21, mas há alguns sinais e disso todo mundo sabe.


O mundo pode acabar mesmo, pois seres conhecidíssimos morreram nesses últimos meses, o Corinthians foi campeão mundial com vândalos destruindo um aeroporto, todo fim de semana chove, sendo que de segunda a sexta é extremamente quente por aqui no Sudeste, as pessoas, como eu já escrevi em outros textos, andam muito ignorantes e egoístas e elas sabem disso, a passagem de ônibus irá subir tanto aqui como lá, as redes sociais deixaram os seres ocupados demais para relações verdadeiras, sendo que o salário mínimo ainda é patético, o rico continua mais rico enquanto o pobre ainda segue no “desenvolvimento”, presos saem da prisão para “indutos”, o povo reelege quem o rouba e por ai vai... Citei exemplos do nosso país, mas sabemos que não é só por aqui que o bicho pega...

Um bom susto na sexta-feira seria interessante, mas se o mundo continuar intocável, que sobrevivamos e sobrevivemos a esse lugar que anda sombrio por demais!

sábado, 15 de dezembro de 2012

Pessoas burras




Não é uma faculdade que faz você ser uma pessoa melhor, ela não muda seu caráter. Ela te dá conhecimento na área que cursa, capacitação, mas não te dá inteligência.

As pessoas inteligentes, muitas vezes, não estão em um curso superior, quem o faz garante um diploma não pode se dar ao luxo de pensar que é melhor que a outra pessoa só por estar dentro de uma instituição, sendo ela pública ou privada.

E lembrando que esse conhecimento adquirido não se deve ficar preso à pessoa, quem não compartilha o que aprende é um grande exemplo de egoísmo.
Burro é quem não enxerga tudo isso.

Até mais
Pessoas
!!!

domingo, 9 de dezembro de 2012

O Brasil Redescoberto




Pessoas, como vão?
Nesse post estará um trabalho que fiz em Agosto deste ano para a matéria de Literatura na faculdade, uma carta de Pero Vaz de Caminha que tive que reescrever mostrando o Brasil dos dias atuais...
Apreciem:

Pois bem, escrevo a vossa alteza a nova do achamento desta vossa terra.
Ao amanhecer, não houve tempo chuvoso, o clima aqui é seco, chega a ser pavoroso o calor e a falta daquela brisa e da paz de alguma sombra.
Eu e os tripulantes ficamos boquiabertos quando saímos para as ruas, não há nesta terra o cortês, a educação de um simples Bom Dia, enfim...
Não há apenas uma feição, são inúmeros, são pardos, negros, brancos, amarelos, apesar de não serem azuis ou verdes, mas a cabeleira deles são assim: azuis, verdes, cada penteado... Uma pena que alguns não possuem cabelos.

O interessante é que ninguém se parece com ninguém, com um punhado de formosura. As senhoritas parecem que saem de suas residências sem os panos das suas vestimentas, mesmo dirigindo-se até a esquina, oh, estão nuas!
Bom, no começo estranhei, mas achei uma boa ideia para ser usada na Europa, faria um estardalhaço com as moças.

A beleza aqui é inflamante, diferente, ousada, sem pudor, é mostrada e escancarada aos olhos do povo. Um povo que acorda cedo, antes do amanhecer em alguns casos, eles vão a um lugar no meio da calçada, ficam lá vendo aqueles “carrocetes” enormes, eles param e a multidão entra, é o ofício que os chama.

Infelizmente, ninguém é perfeito por essas bandas brasileiras, há seres corruptos, influenciáveis, trajados de terno, gravata e fardados com uma elegância, tudo é disfarce, a política entorta as morais do homem e corrompe uma parte da população, a política é uma espécie de indústria, mas sem utilidade... É muita gente para pouca função ocupável.
Outro ponto negativo é um amaranhado de ritmos escabrosos e esdrúxulos, há o “funk” que engravida e a cultura que faz os jovens tremerem, eles fogem da cultura como o cão foge da cruz do Todo Poderoso.

Falta um apelo maior por estrutura competência, é uma quantidade enorme de fauna, flora, cerrado, caatinga, mares sim, isso é notável, mas não há qualidade nos direitos básicos: saúde, educação, trabalho... O perigo do povo e como eles mesmos dizem é que há o "jeitinho brasileiro”.
O estudo ainda se esticará, mas em suma, ainda acrescento que vi uma honestidade esperançosa, belas paisagens, litorais diversos, boa comida, um tempero especial, um fascínio pelo que é palpável e um suor de gente que tem esperança em dias brandos, em uma nação justa.

Não beijo as mãos de Vossa Alteza,
Deste Brasil, hoje 30 de Agosto de 2012

sábado, 1 de dezembro de 2012

Os passageiros...



Hoje, a pessoa já nasce egoísta e com alguns trejeitos de ignorância, infelizmente é assim, infelizmente porque eu mesmo vou me rotular assim, eu me acho, de vez em quando, um mau exemplo, é só ver o que faço e o que os outros fazem ao estarem dentro do ônibus, mal pedem licença e enfiam os fones, quando esses já não estão em seus ouvidos e pronto, adeus mundo, adeus ajuda aos outros, bem-vindo ao meu mundo, somente meu, pois a música não é de ninguém naquele momento, só minha...

Quem ler este texto, irá pensar: “Ah, o certo é usar os fones, falta de educação é ouvir no alto-falante...”. Enfim, não é a questão do olhar da música, falo sobre o comodismo dos seres nos dias atuais, e quando não se é com as músicas acopladas aos fios, é com os celulares sobrecarregados de mensagens nas caixas de entrada, é um tal de toc toc toc toc, teclados múltiplos, será que ninguém nunca se perdeu durante a “conversa” e esqueceu do caminho de casa descendo no ponto errado?

Bom, se alguém leu e viu que é isso mesmo que acontece é porque está com os pés fincados na realidade e se percebeu que essa é sua própria realidade, que bom, e quem leu e se assustou com tamanha repudia de minha parte, parabéns, pois, alguns textos precisam ser verdadeiros e agitar o leitor, se ele for ler... Mal vejo as pessoas lendo em conduções, quase nunca, e para quem dorme no ônibus, bom cochilo, pois eu não consigo!

domingo, 25 de novembro de 2012

Drummond e o "tempo"


Pessoas
Semana passada, assisti a um sarau de alunos do 2° ano do Ensino Médio na escola que estagio,
 Sarau com textos de Carlos Drummond de Andrade
Meu Deus, foi muito bom
E este texto é o que retrata minha vida, ainda mais neste fim de ano

:::

Cortar o tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.

Carlos Drummond de Andrade

Vamos sobreviver
Até o próximo post
!!!

domingo, 18 de novembro de 2012

Esse já passou



Enquanto o tempo passa
Vou trocando ideias
Batendo papo e juntando pensamentos
Pensando no que pode ser feito
Enquanto o tempo passa...

Enquanto o tempo passa
Vou refletindo parcerias
Recolhendo amizades
Aproveitando a data que junta e separa uns aos outros
Enquanto o tempo passa...

Enquanto o tempo passa
Vou perdendo o medo
Tendo coragem para ousar
Idealizando algum projeto a sonhar
Enquanto o tempo passa...

Enquanto o tempo passa
Refugio em esconderijo de alguma paz providencial
E liberto qualquer tipo de guerra pessoal
Enquanto o tempo passa...

Enquanto nós não passamos
Vamos por aqui e por ali
Averiguando os fatos e tomando conta
Do que andam tomando de nós
A vida!

Boa semana pessoas
!!!
Sobreviveremos
...

domingo, 11 de novembro de 2012

Seios matam!



Esfuziantes
Brilhantes
Vacilantes
Estereotipados
Mal amados
Injustos
Imaturos
Maduros
Fortes
Firmes
Por aqui perto
Bem perto
Preciso do conforto deles
Mas eles são traiçoeiros
Crueis
Maus
Sádicos
Torturantes
Assassinos
Seios matam...


Boa semana, pessoas
!!!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Uma convidada muito especial



Pessoas
Viajarei nesse feriado "finado"
Pois bem, decidi postar mais cedo
Eu não, o blog tem uma convidada
A doce Thaisy Ventura
Uma garota lá de Santa Catarina que é um primor de pessoa
E decidiu compartilhar um escrito dela conosco
:::

Escrever, escrever, escrever, até ser papel. Transferir a alma pra cá e desvaziar um pouco - agora sim, me sinto jovem. Posso me preencher de vida novamente.
Sinto minhas células respirarem, meu corpo vibra com cada nota musical gritada no ouvido , eu devia abaixar o som dos meus fones de ouvido - não, eu não quero ... I falling to pieces, I falling to pieces 
♫ . Dissolvo  qualquer sentimento contrário ao que sou: raiva, medo, dor, cansaço ... Eu não sou nada disso, eu sou vida! Sou aquela onda resistente batendo na pedra até pegar impulso e cobri-la. Meu mar não é calmo não, ele transpira liberdade e energia, dá pra sentir a brisa e o cheiro fresco de juventude.

Thaisy Ventura

Bom, se ela disse, está dito
Bom feriado e vamos "escrever"
...



sábado, 27 de outubro de 2012

Algo a mais...



Tem que ter um algo a mais
O algo a mais
Que faz a vontade crescer dentro
E a ousadia saltar para fora

É preciso buscar
Ir atrás
Encontrar o algo a mais
Escondido em almas superficiais

Que precisam de naturalidade
Serem naturais...

Pessoas, acessem este blog


É uma página com textos do pessoal da sala do meu curso de Letras, bem legal, arte é arte...
Até mais
!!!





quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Horas Desgostosas !!!



Fechei enquanto havia tempo

O tempo agora é unânime

O tempo agora é curto

O tempo agora é arrastado

O tempo é o que ainda há

O tempo é o que ainda nos separa

E isso, nem o tempo pode mudar...

terça-feira, 9 de outubro de 2012

O sóbrio bêbado



O garoto é tão sóbrio da vida cruel que se leva, da vida injusta que se tem, que por ele mesmo, por ele próprio, ele passaria esses dias indigestos com a tontura de um ser embriagado, com a leveza e a graça que vem do ato simples do seu beber.


Não importa o que tenha para o dia, o que tem pra hoje, pode ser a cerveja no fim de tarde depois de seu trabalho ou então umas doses de tequila para encher o coração de esperança em uma noite dessas que não seja chuvosa, que não o impeça de ter a liberdade de já não falar nada com nada depois os brindes dados.

A sobriedade lhe custa caro, se paga um preço, a rotina pode causar uma doença que afasta os prazeres que já são tão pequenos ainda mais agora quando tudo parece mais caro e mais difícil de ser conseguido, mas o garoto traz os prazeres para si e para os que estão em sua volta depois que se libertou, que se apoderou e que está na companhia de algum álcool aproximado, aumentando as chances das coisas improváveis que podem acontecer.

Podem acontecer os surtos, os vômitos, os risos, as cantadas, as agonias, tudo por esses momentos únicos e que se não são saudáveis, tem que ser eternos, é claro, se ele e os demais lembrarem dos ocorridos pela manhã, uma manhã de ressaca que virá, você sobreviverá!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Boas vindas ao MUNDO ! ! !



Por vezes, não acredito em sorte
Vejo que o camarada quanto tem competência, vai lá e arrebenta era porque já era esperado isso...

O problema são os erros dos outros que também erram como nós
Por vezes, não acredito em coincidência
Era para acontecer mesmo, basta a pessoa estar ali no lugar e na hora
Junto com outro ser que estará ali, certas coisas não funcionam pelo tempo
Mas sim pelo modo como nós interferimos, com a nossa mão
Uma máquina só funciona se alguém a ligar...

Bom mês para os seres racionais...

Ass: Marcelo Cândido
!!!

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Visite-me



Visite-me
Quando puder
Se puder
Em uma tarde dessas
Em que não tiver o que fazer
Quando quiser
Se quiser
Esquecer e se perder
Para ver
Que em uma tarde como essas
Uma visita pode fazer a diferença
Apareça
Não
Se negue
E não deixar de aparecer
Por aqui
Estarei esperando
Até quando estiver
Por aqui
Aberto a visitações
!!!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Surtos



São tantos surtos

Os infantis

Os adultos

Os instantâneos estranhos

Os loucos insanos

Pode ser meu

Quanto pode ser teu


E não tem hora para acontecê-los

Basta alguém surtar

Basta alguém acordar

E começar o show

A raiva virando perdição

E nada a favor de algum bom senso


Depois, depois pensamos na vergonha

E na paz que poderia ficar, mas foi embora

Depois, depois da surtada na decadência

Do ser humano que ainda fica e se sobra

!!!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Dramatização



Cada um tem o seu drama

Mesmo que for estocado

Escondido no âmago da alma

Engavetado em sua casa


Caem as lágrimas

Rolam as pedras

Os males não se espantam

Os cantares, nem eles nos levantam


Já estamos surrados por dentro

É preciso do respeito que sumiu aos poucos

Podem querer chamar de louco

Antes da perdição triunfar sobre todo absurdo

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Paraíso em mente



Seu destino é o melhor nesse ambiente
Não é nenhum lance de sensualidade presente
Até me faz deixar de pensar no mundo ausente
Até me faz balançar em posição contente
Faz-me escrever, escrever e escrever eternamente
Faz-me inspirar, inspirar, inspirar-me alucinadamente
Perdidamente
Enlouquecidamente
Maravilhosamente
Inesquecivelmente
E só,
É só!

(Pessoas fazem os lugares ficarem mais bonitos)
Um abraço, pessoas
!!!

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

A vida é um estudo



Tudo o que for feito
Se direito
É mais fácil dar certo
A vida é assim
Tentou, ponto positivo
Nem quis, ponto negativo
Pontos, notas
Trabalhos, provas
A vida é um estudo
Lição de casa é para sempre
...


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Luz Presente



Hoje eu queria ver o sol
Se ele aparecer
Reinar em ti, queria ver
Os raios aproximados em sua figura
Para ajudar em mais uma luta
Hoje eu queria ver o sol
Se ele querer e não se esconder
Se ele ousar aparecer
Isso vai me iluminar
Vai me contestar
Vai me dominar
E a luz presente trará forma
Uma pena que há a distância
Pena que há o descontentamento
Pena que há a falta
Há o bloqueio
Pena, oh pena


segunda-feira, 30 de julho de 2012

Chega de falar do fim





Ah esse povo fala muito do fim do mundo
Da salvação como se todos estivessem perdidos
Vamos viver o presente e tentar melhorar a situação aqui na Terra
Sem esse papo toda hora de que estamos perto do fim
Assim qual a graça de estar aqui?
...


 Pessoas
E por falar em fim
As minhas férias acabam essa semana
Que pena
A vida passa rápido, no fim das contas...
Boa semana, povo
!!!

sábado, 21 de julho de 2012

A vida é uma "merda" ! ! !



Temos que tomar cuidado
Tudo bem se tiver imaturidade em fazer pela primeira vez
Mas vendo a merda dos outros não é possível que você fará alguma merda também
E fique bem se acha que está mal com a vida
Sempre terá alguém que estará numa pior
Na “merda” mesmo!
Pois se quiser, a vida pode ser isso... uma m...

Reflitam
Pessoas
...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Rock Festa ! ! !



Aniversário?
Nem sei o que quer dizer isso
Acho que passei da época das festas
E fui ao encontro das reflexões

O tempo passa
É a nossa massa
O que move a vida e a idade
E por aí eu vou seguindo a vida
Com poesia, delírio e um acréscimo de felicidade

O resto é o resto

E viva o dia do rock TAMBÉM
!!!

Obs: A foto é da festa do ano passado...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Amor, Trabalho e Pó ! ! !



Você trabalha
E aquilo pode virar um amor
O que move sua vida
E o que te faz acordar
Amanhecer todo dia

Não é obrigação rotineira
Você quer estar ali pela vida inteira
Mesmo sabendo que tudo pode acabar
As pessoas morrem e isso é fato
Mas enquanto você e elas estiverem vivos
Aproveitem o melhor do ofício
Mesmo se essa paixão trouxer perigo

Depois pensamos na tal da morte
Depois você pensa nessa situação de virar pó
Viemos de lá e voltaremos
Ninguém levará nada material daqui
Você não pode pensar muito na riqueza terrestre
Mais eficaz é por na mala o suor do trabalho que amadurece
E alguma coisa apaixonante que se sucede

No palco da Terra antes do pó
Ninguém vive sozinho, ninguém vive só!

Pessoas,
Estamos no mês 7
Um mês interessante, meu mês, época de ficar mais velho
Época de férias e de ver o tempo passar
No palco dessa vida
Bom Julho
...


sexta-feira, 29 de junho de 2012

Momento Drummond ! ! !



Aleluias, hoje entro de férias por um mês, férias do curso de Letras e de um semestre movimentado e interessante, sei que elas passarão rápido, mas o importante é estar livre nesse momento

Liberdade

O pássaro é livre 
na prisão do ar. 
O espírito é livre 
na prisão do corpo. 
Mas livre, bem livre, 
é mesmo estar morto

Carlos Drummond de Andrade


quarta-feira, 20 de junho de 2012

Minas



Menina tem letra bonita
Menina gosta de fazer coração
Menina é cheia de ousadia
Menina começa a cantar qualquer canção

Menina curte uma fofoca
Menina que inicia a panela
Menina se garante numa roda
Menina nunca fica na dela

Menina adora uma dança
Menina conversa sem parar
Menina arranja qualquer desconfiança
Menina mesmo é que sabe amar

Menina festeja sempre quando pode
Menina balança nosso coração
Menina que some, que você sempre volte
Menina enobrece qualquer tipo de paixão

terça-feira, 12 de junho de 2012

Nós no Rio


Praia do arpoador
Copacabana
Niterói
Brisa suave
Água cristalina
Passeio matinal
Garoa maltrata o tempo
O tempo passa rápido
E se de vez em quando não pararmos para vivê-lo
Esqueceremos das belezas de outros lugares
E desse logo ali Rio de Janeiro


Pessoas, no último feriado fui ao Rio de Janeiro para um breve passeio, foi rápido, porém interessante, de vez em quando é bom dar uma de turista apenas com a mochila nas costas.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Qual é a real?



Nós criamos expectativas
Levantamos hipóteses
Inventamos histórias
Até nos iludimos na ilusão
Mas essa verdade só sabemos
Só saberemos
Aos poucos
A cada dia
A cada momento
A cada sonho
Qual é a real!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Olfato




Você não é flor que se cheire
Pois é de carne humana e viva
Uma pele branda e quente
Com esse cheiro que amanhece no novo dia

Nem flor, nem planta, nem santa
O pecado vem por fora como o sonho se apodera por dentro
Nosso encontro é pura coincidência e semelhança
E não tem como deixar escapar esse sentimento

Bom começo de Junho
Que venha o "meio" do ano
!!!

domingo, 20 de maio de 2012

E assim acaba um mês... um ano... o Tempo!



O bom de termos esse tempo
É que esse tempo é só nosso
Ninguém o confunde
Ninguém o rouba
O tempo nos traz o que precisamos saber
E os restos dos dias virão misteriosamente
Caberá a nós escolhermos como serão

Boa semana
!!!

quinta-feira, 10 de maio de 2012

E as pessoas legais?



Acho que a amizade é mais importante que o amor

Amigos duram, mesmo que uns vêm e vão
Mas sempre virão novos

E diferente do amor, amigos você pode escolher
Claro, depois de um tempo em que já se sabe quem pode estar ou não
Na sua lista de contatos
Pois tem cada um por aí que só de olhar não vale à pena parar e conversar

Amigos podem aparecer na hora certa em que qualquer companhia é necessária
Amores são quase consequências, pedras no caminho eu diria...
Depende do lugar, do caminho, da estrada
Mas sempre terá uma boa conversa em qualquer parada

Até a próxima

quinta-feira, 3 de maio de 2012

O sonho nesse pesadelo



Mas és o fim do mundo
Não se tem ninguém para dançar
Acabou-se tudo
Não há ninguém para junto sonhar

Vamos sonhar
Voltarmos a sonhar
É o que nos basta
Nessa fase do campeonato

Chega de pessimismo
Nessa metade do caminho
Chega de lamento
Antes mesmo desse enterro

Vamos embora sonhar
Mesmo que seja em outro lugar
Mal sei onde estou
E onde quero estar e entrar

Mas se o sonho for compartilhado
Tudo poderá ser mais fácil
Porque não pensar assim?
Tentando de certo modo ser feliz

Mas que és o fim do mundo
Disso estou certo
Infelizmente,
Falta amor, falta gesto...